Kate conseguiu levar os filhos à praia onde passava férias na infância

Uma mãe à beira da morte deixou uma lista com cerca de 100 coisas para o pai fazer com os filhos pequenos, para garantir que eles tenham a experiência que ela sempre sonhou para a família e serão criados como ela planejava.

Diagnosticada com câncer de mama em 2008, a inglesa Kate Greene preparou a lista já nos últimos meses de vida, no fim de 2009, quando soube que o tratamento não havia funcionado e estava desenganada.

O filho mais velho do casal, Reef, já havia sobrevivido a um tumor maligno quando criança.

Entre as recomendações para os filhos Finn, de quatro anos, e Reef, de seis, estavam coisas específicas, como visitar a praia onde ela passava férias quando criança, no País de Gales, ou assistir um jogo internacional de rúgbi.

Kate ainda pediu ao marido, St Johns Greene, que levasse os filhos à Suíça, para mostrar o local onde ele a pediu em casamento.

A mãe ainda decretou que a família deveria ter uma mesa de jantar, para que todos estejam juntos durante as refeições em sua casa em Sommerset, sudoeste da Inglaterra, e que o marido deveria ajudar as crianças a plantar um girassol, encontrar um trevo de quatro folhas e aprender a tocar um instrumento musical.

Ela ainda descreveu os valores que ela queria ensinar aos meninos, como ser pontuais, fazer as pazes logo quando brigassem com alguém e tratar as namoradas com respeito.

Disneylândia

"Uma noite ela ficou com muito medo de morrer, então, ficamos acordados, conversando até às 04h00 da madrugada, quando começamos a escrever a lista com as coisas que eu deveria fazer com os meninos", disse o marido.

Algumas das coisas, como uma viagem à Disneylândia e à praia, foram realizadas antes de Kate morrer.

"Kate carregava caneta e papel com ela para anotar ideias e ficávamos acordados falando sobre as coisas que queríamos que os meninos fizessem."

"Quando me dei conta, já eram três páginas de folha A4 cheias de desejos na lista. Já realizamos alguns deles e cada vez que o fazemos, pensamos nela."

A lista ainda inclui coisas que a mãe não queria que os filhos fizessem, como andar de moto, fumar ou integrar o Exército.

O pai conta que planeja realizar todos os desejos da lista, já que, de alguma forma, as orientações significam ainda uma ligação emocional com Kate.

O desejo mais difícil de ser cumprido no entanto, diz ele, será encontrar uma outra companheira, para que os filhos cresçam com uma influência feminina.

"Já encontrei minha alma gêmea, e voltar ao mercado é uma coisa muito difícil", diz ele.

BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.