O ex-Beatle John Lennon, que tinha alcançado notoriedade por seu ativismo político e pacifista desde o fim de sua banda, é assassinado diante de sua casa em Nova York por Mark David Chapman. A morte de Lennon causou comoção entre seus fãs, na indústria da música e no mundo em geral.