Reuters (© © 2008 Thomson Reuters. All rights reserved. Reuters content is the intellectual property of Thomson Reuters or its third party content providers. Any copying, republication or redistribution of Reuters content, including by framing or similar means, is expressly prohibited without the prior written consent of Thomson Reuters. Thomson Reuters shall not be liable for any errors or delays in content, or for any actions taken in reliance thereon. "Reuters" and the Reuters Logo are trademarks of Thomson Reuters and its affiliated companies. For additional information on other Reuters media services please visit http://about.reuters.com/media/.)
Atualizado: 30/03/2014 14:58 | Por Reuters, Reuters

De olho em tropas russas, comandante da Otan encurta visita aos Estados Unidos



Por Phil Stewart

WASHINGTON, 30 Mar (Reuters) - O secretário de Defesa dos Estados Unidos, Chuck Hagel, antecipou o retorno à Europa do seu mais importante general, que serve à Otan e estava em visita a Washington, o que um porta-voz do Pentágono considerou, neste domingo, uma medida inteligente devido à "falta de transparência" da Rússia a respeito da movimentação de tropas na fronteira com a Ucrânia.

O general Philip Breedlove, que é ao mesmo tempo comandante supremo da Otan na Europa e chefe do comando europeu do exército norte-americano, estava nos Estados Unidos para falar ao Congresso esta semana. Mas ele já voltou à Europa neste sábado à noite.

"(Hagel) considerou o retorno prematuro de Breedlove a medida mais prudente a se tomar, dada a falta de transparência das lideranças russas ao movimentarem suas tropas para a fronteira com a Ucrânia", disse à Reuters o contra-almirante John Kirby, porta-voz do Pentágono.

"Em linhas gerais, ele sentiu que era importante para o general Breedlove continuar nossos esforços junto aos aliados da Otan, e discutir medidas específicas a fim de garantir segurança extra aos nossos aliados da Otan no Leste Europeu", disse Kirby.

Autoridades norte-americanas disseram na semana passada, sob condição de anonimato, que estão profundamente preocupadas com o contingente militar russo, que eles estimaram em 40 mil homens, na fronteira da Ucrânia. Isso estaria gerando preocupações em Washington e em outros países de que a Rússia estaria preparando uma incursão mais ampla na Ucrânia após a sua anexação da Criméia.

Os Estados Unidos e a União Europeia já promoveram duas rodadas de sanções contra a Rússia, incluindo a proibição de vistos e congelamento de bens para integrantes do círculo íntimo do presidente russo Vladimir Putin, e eles já ameaçaram outras ações.

bichos

Confira as imagens dos bichos de julho(©REX ZUMA)
Esquilinho esquiador e gatos nas redes foram destaques do mês

vídeo

veja mais vídeos »

MSN Brasil no Facebook

para cimapara baixo

você viu?

  • Crime em MG(©Estadão Conteúdo)

    Corpo de criança de dois anos é achado dentro de um sofá, e mãe confessa ter cometido o crime

  • Miss Bumbum 2014(©Divulgação)

    Candidatas posaram para ensaio oficial de divulgação; confira as fotos das beldades

  • MSN Fotos(©Reuters)

    Escola de treinamento chinesa tem rotina cruel; curso que inclui até tortura custa R$ 190 mil

  • Moda(©WWD)

    Modelo plus size posa pela primeira vez para o badalado calendário Pirelli; veja o ensaio aqui

  • Sexo(©Getty Images)

    Veja as melhores dicas para sensualizar sem medo e criar um jogo de prazer com seu parceiro