Londres, 2 fev (EFE).- O cantor britânico Elton John está no momento mais feliz de sua vida após o nascimento de seu filho junto com o marido, David Furnish, através de uma mãe de aluguel nos Estados Unidos, afirmou o artista em entrevista ao jornal "Daily Mirror".

Em sua primeira longa declaração após o nascimento em Los Angeles de Zachary Jackson Levon Furnish-John, o cantor demonstra que está feliz e disposto a se dedicar 100% na criação de seu filho, que em breve viajará ao Reino Unido.

"Nunca fui tão feliz e nunca estive tão seguro de ter feito a coisa certa", diz o artista: "poderia ficar olhando seu rosto por 24 horas, abraçá-lo e beijá-lo".

Apesar da grande mudança no estilo de vida que representa a chegada de "Zach" em sua vida, Elton John anuncia que seguirá trabalhando, porque "sou responsável pelo meu filho e pelo trabalho de muitas outras pessoas", e garante que não se preocupa com as críticas e os comentários mal-intencionados que surgiram sobre o nascimento de seu filho.

Inclusive, qualifica de "ridículos" os boatos que afirmam que ele tem um exército de empregados cuidando da criança.

"Só temos uma babá e nada mais. Isto é coisa minha e de David. Minha maior preocupação é garantir que meu filho saiba que eu o amo", ressalta o cantor.

Elton John, de 63 anos, reconhece que já chegou a declarar no passado que estava velho demais para ter filhos, mas que tudo mudou depois de uma visita a um orfanato na Ucrânia há ano e meio.

O artista viajou para o país com seu trabalho como colaborador da Fundação contra a AIDS, e conheceu a uma criança chamada Lev, cuja mãe morreu vítima da doença e o pai está preso por assassinato.

"Eu me deparei com esse menino lindo e inocente, com um sorriso maravilhoso. De fato, ele rompeu essa barreira. Esta criança mudou tudo", lembra.

O cantor tentou adotá-lo, mas as autoridades de Kiev não aceitam adoções para casais do mesmo sexo.

"Temos um advogado que está tentado solucionar a questão porque, para nós, Lev continua sendo parte de nossas vidas. Queremos que ele saia (do orfanato), que esteja com uma boa família. Queremos que aprenda inglês e que venha nos visitar e conhecer Zachary. Nunca vou abandoná-lo, mas é algo terrivelmente complicado", argumenta.

Elton explica que a rotina do bebê é acompanhada de muita trilha sonora.

"David e eu damos banho nele, damos de comer e pomos para dormir. Além disso, eu canto para ele", relata o artista, que garante que preparou uma coleção de músicas para o filho.

"Músicas de James Taylor, Led Zeppelin, Bob Marley, Kate Bush, Linda Rondstadt, The Carpenters, Sarah McLachlan e algumas das minhas canções românticas. É importante que ele conheça minha voz", acrescenta. EFE